quinta-feira, 6 de abril de 2017

Momento Espírita: UM SONHO DESTROÇADO?


Um sonho destroçado?

Ainda hoje, existem pessoas que pensam na interrupção da gestação por causa do diagnóstico de Síndrome de Down.

Pais que possuem filhos portadores de Down se surpreendem com o que eles são capazes de fazer. De um modo geral, quando chega o diagnóstico, o que mais as pessoas comentam, lamentando, é o que a criança não será capaz de fazer.

Uma mãe confessou que ninguém, nem parentes, nem amigos, a foram felicitar pelo nascimento de sua bela menina.

Em vez disso, somente foram lhe dizer tudo o que ela não iria jamais fazer.

Contudo, o mais surpreendente nessas crianças é que elas não dão ouvidos ao que não podem fazer, elas fazem tudo parecer possível.

Elas podem precisar de um tanto mais de esforço mas se superam a cada dia. E o que mais demonstram é sua alegria de viver.

Uma mãe, falando a respeito de sua filha, confessa: Continuamos, meu marido e eu, nos surpreendendo com o que ela superou e como continua se superando.

Ninguém olha para ela e vê a Síndrome de Down. As pessoas olham para ela como uma menina bonita que está pronta para enfrentar o mundo.

E orienta aos pais que receberem o diagnóstico do filho que estão gestando: Informem-se, façam perguntas, peçam ajuda

Saibam que a sua criança vai lhes trazer muita alegria. Pode parecer que sua vida mudará para sempre. Isso é verdade, vai mudar, mas para melhor.

Outra mãe se manifestou, dizendo: Meu filho é um lutador. Não havia expectativa de que ele sobrevivesse à gravidez. Mas sobreviveu.

Ele não é nem de longe a criança que os médicos previram que ele seria. É alegre, envolvido e amoroso. Está sempre pronto a abraçar e dar carinho.

Ouvindo esses depoimentos é possível que você esteja se questionando, analisando a sua situação, você, pai ou mãe de uma criança com Síndrome de Down.

Talvez diga que as coisas não são fáceis como essas mães parecem fazer crer.

Em verdade, nada é fácil neste mundo em que tudo nos exige esforço e dedicação.

É possível que você se sinta frustrado ao receber, em seus braços, uma criança assim. É possível que tenha ficado zangado, ficado triste.

Ou como disse uma mãe: Senti como se meu coração tivesse se quebrado em um milhão de pedaços.

Esses sentimentos podem ocorrer mais de uma vez. É compreensível. Somos humanos. E todos esses sentimentos devem ser trabalhados ao seu tempo e do seu jeito.

Cada um lida com as emoções a seu próprio modo.

Importante é que você permita o nascimento do seu filho. Importante saiba que para se desenvolver esse bebê precisa da sua compreensão, do seu apoio e encorajamento.

Tudo isso pode ser novo para você. Pode parecer esmagador. Você pode não se sentir à altura do desafio.

Mas, acredite, você, pai ou mãe, foi escolhido para criar esse ser especial de Deus. Você é capaz. Você é abençoado.

E descobrirá, dia após dia, como esse pequenino raio de sol conquistará o seu coração.

Logo mais, você constatará que não pode sequer imaginar a sua vida sem ele.

Parabéns, papai e mamãe por seu raio de Sol. Auxiliem-no a brilhar.


Redação do Momento Espírita, com base no artigo 
Pais de onze crianças com Síndrome de Down 
dão relatos de amor em ensaio lindo, de Giovanna Mazzeo,

Fonte: Momento Espírita
www.momento.com.br



Postar um comentário